Get Adobe Flash player

Grupo Mensageiros de Luz - Sejam Bem Vindos - Assinem Nossa Newsletter - Palestras Online Gratuitas

 PERGUNTAS E RESPOSTAS - PARAÍSO - 30.10.2010       PERGUNTAS - SEMINÁRIO EXPANSÃO E PROGRESSO -..2011       PERGUNTAS E RESPOSTAS DO PRIMEIRO SEMINÁRIO DE JANDIRA - 14.02.2010       PERGUNTAS E RESPOSTAS - SANTO ANDRÉ - 14.05.2011       Perguntas e Respostas - Rochdale - 03.07.2011       Perguntas - Segundo Seminário Botucatu - 2012       PERGUNTAS E RESPOSTAS - BOTUCATU - 28.11.2010       PERGUNTAS E RESPOSTAS - BOTUCATU - 2ª REUNIÃO ESPECIAL 27.02.2011       Perguntas - Quarto Seminário de Carnaval - 2013       SEMINÁRIO EXPANSÃO E PROGRESSO - 2010       PERGUNTAS E RESPOSTAS - CONVITE AO SUCESSO - SANTO ANDRÉ - 13.03.2010       Perguntas Rochdale - 01.09.2013       PERGUNTAS E RESPOSTAS - BOTUCATU 22.05.2011       Consultas e orientações - 2014       PERGUNTAS E RESPOSTAS - CONVITE AO SUCESSO 14.11.2009       Perguntas - Rochdale - 18.11.2012       PEERGUNTAS E RESPOSTAS - ROCHDALE - 03.04.2011       PERGUNTAS E RESPOSTAS - ROCHDALE - 01.05.2011       Perguntas - Seminário de Prosperidade - 2012       Perguntas e respostas - Seminário Especial Botucatu - 07.09.2011       PERGUNTAS E RESPOSTAS DIVERSOS       Perguntas - Quinto Seminário de Natal - 2012       PERGUNTAS E RESPOSTAS - BOTUCATU - 02.10.2010       Perguntas - Sexto Seminário Expansão e Progresso - 2014       Perguntas - Sétimo Seminário da Família - 2015       Perguntas e Respostas - Botucatu 31.07.2011       Perguntas - Sétimo Seminário de Natal - 2014       PERGUNTAS E RESPOSTAS DO SEGUNDO SEMINÁRIO DE PÁSCOA - OSASCO - 28.03.2010       Perguntas - Reunião do Paraíso - 27.10.2013       Perguntas Reunião do Paraíso - 31.08.2014       Perguntas - Sexto Seminário da Renovação - 2015       PERGUNTAS E RESPOSTAS - TERCEIRO SEMINÁRIO DE PÁSCOA - 17.04.2011       Perguntas - Convite ao Sucesso - 12.01.2013       SEMINÁRIO EXPANSÃO E PROGRESSO - PERGUNTAS E RESPOSTAS - 2011       Perguntas e Respostas - Rochdale - 19.06.2011       Perguntas do Segundo Seminário da Divina Luz - 14.09.2014       Perguntas - Reunião do Paraíso - 28.12.2013       PERGUNTAS E RESPOSTAS - BOTUCATU - REUNIÃO DE 27.02.2011       Perguntas - Terceiro Seminário de Prosperidade - 2014       Perguntas - Reunião do Paraíso - 31.01.2015       Perguntas - Convite ao Sucesso - 11.01.2014       Perguntas - Convite ao Sucesso - 14.12.2013       Perguntas - Reunião de Rochdale - 02.02.2014       RESPOSTAS - SEMINÁRIOS DE NATAL ‏       Perguntas - Rochdale - 22.12.2013       Botucatu - Perguntas reunião especial - 25.03.2012       Perguntas - Rochdale - 21.10.2012       Perguntas - Reunião Especial - Botucatu - 11.11.2012       O MÉDICO QUE PRATICA O ABORTO ESTA CONTRARIANDO A LEI DE DEUS E A LEI DOS HOMENS?        PERGUNTAS E RESPOSTAS - TERCEIRO SEMINÁRIO DE NATAL - 12;12;2010       Perguntas - Reunião do Paraíso - 25.01.2014       Perguntas - Sexto Seminário de Páscoa - 2014       PERGUNTAS E RESPOSTAS - ROCHDALE - 02.01.2011       Botucatu - Perguntas Reunião Especial de 22.01.2012       PERGUNTAS E RESPOSTAS - ROCHDALE - 06.02.2011       PERGUNTAS E RESPOSTAS - ROCHDALE - 21.08.2011       PERGUNTAS E RESPOSTAS - ROCHDALE - 15.05.2011       Perguntas - Reunião Especial Botucatu - 20.01.2013       Consultas e Orientações - 2015       Perguntas - Reunião de Rochdale - 01.12.2013       PERGUNTAS E RESPOSTAS - PARAÍSO - 29.05.2010       PERGUNTAS E RESPOSTAS - PARAÍSO - 31.07.2010       Faça sua pergunta       PERGUNTAS E RESPOSTAS - ROCHDALE - 11.04.2010       PERGUNTAS E RESPOSTAS - TAIÓ - 2010       Perguntas - Reunião Especial - Botucatu - 10.06.2012       Perguntas - Quinto Seminário de Carnaval - 2014       PERGUNTAS E RESPOSTAS - BOTUCATU - 06.06.2010       Prática do Evangelho no Lar       Perguntas e Respostas - Osasco - 27.11.2011       Perguntas e Respostas - Seminário de Natal - Dezembro - 2011       Perguntas e Respostas - Rochdale - 02.10.2011       Consultas e Orientações - 2013       Perguntas - Rochdale - 04.11.2012       Perguntas - Seminário de Páscoa - 2012       Perguntas - Reunião do Paraíso - 30.11.2013       Perguntas - Sexto Seminário de Natal - 2013       PERGUNTAS E RESPOSTAS - CONVITE AO SUCESSO - SANTO ANDRÉ - 10.04.2010       Perguntas e Respostas -Botucatu - 23.10.2011       PERGUNTAS E RESPOSTAS - ROCHDALE - 05.06.2011       Pergunta Convite ao Sucesso - 11.10.2014       Perguntas - Seminário Expansão e Progresso - 2012       Perguntas - Convite ao Sucesso - 09.11.2013       PERGUNTAS E RESPOSTAS - BOTUCATU - 23.01.2011       Pergunta - Reunião de Rochdale - 06.07.2014       Perguntas Reunião do Paraíso - 27.09.2014      

Navegação

Livraria

capa_livro_frente_isbn

capa_frente

art_capa-001

frente

CAPA

nova-capa-as-graas

capa-frente-nova

Curta a fanpage

Evangelização

evangelizao_crianas_novo_poste

 

gestantesfdsfs

 

orao_cura

 

oraao-concretizao-desejos

 

ORAO-DO-PERDAO-E-RECONCILIAO

Solidariedade

novo_modelo_cesta_basica

Ajude nesse ato de Amor e Caridade

Bazar

PEDIDO_DE_DOAO

novembro

telefone-site-novo

 

banner_doacao01

PERGUNTAS - REUNIÃO ESPECIAL BOTUCATU - 20.01.2013

8º Idade: 51 anos           Sexo: Feminino                      Estado Civil: Separada

Professor estou muito nervosa e não estou conseguindo pagar minhas contas ultimamente. De repente tudo mudou, meu trabalho deu uma caída e está muito difícil. Como posso reverter este quadro? 

RESPOSTA:

“Mas quando vier aquele Espírito de Verdade, ele vos guiará em toda verdade...” – Jesus. (João, 16:13.)

É possível que os problemas atuais no aspecto financeiro se agigantem à sua frente. Contudo, para o progresso é preciso justamente eliminar o materialismo, dando ênfase à busca e compreensão de causas espirituais.

O mundo que nos rodeia é concretização dos pensamentos constantes mantidos num determinado tempo do passado. Pensando no futuro, há que se habituar a pensar nas coisas de Deus com mais intensidade e seriedade. Por meio do presente é dada a oportunidade de preparação do futuro.

Como o ambiente retrata o conteúdo da alma, os acontecimentos do presente seguem exatamente as instruções registradas pela alma. Se por acaso conste uma ideia de menosprezo, repelindo quem quer que seja esse aspecto faz com que se multipliquem os reflexos, repelindo igualmente as pessoas do regular convívio. Assim, pelo fato de repelir uma única pessoa como indesejável, essa situação sendo gravada na alma acaba por multiplicar os seus efeitos, dando força para continuar repelindo outras pessoas também, independentemente de quem elas sejam.

Conforme ensinamento do Senhor Jesus, anotada em João 6:64, “As palavras que vos disse são espírito e vida”. Observando bem o entendimento, verifica-se que toda palavra tem vida e espírito, isto quer dizer que o que for falado tende a se perpetuar e se multiplicar em toda parte.

Realize grandes negócios e multiplique os seus interesses financeiros sabendo que a palavra é espírito e vida, proferindo então as palavras certas e de forma correta. Procure não repelir mentalmente quem quer que seja, e se tiver que estar longe de alguma pessoa inconveniente é preferível conversar direitinho de forma conveniente. Depois, não ficar alimentando pensamentos incorretos a esse respeito porque, se assim o fizer, tende a entrar na lei de multiplicação do poder concretizador da palavra.

Afirme diariamente, centenas de vezes, “Deus é rico, e eu sendo filha de Deus também sou muito rica.” Essas palavras produzem maravilhas e você vai comprovar a mudança no ritmo de seus negócios.

Procure sempre afirmar palavras com conotação de progresso e prosperidade. Experimente treinar a sua força no poder de atração de novos clientes e tenha aumento considerável no número de clientes: “Estou agora atraindo mais e mais clientes que dispõem de dinheiro e estão interessados nos produtos ou serviços de meu empreendimento, todos prosperam muito e eu também”.

Saiba que existe uma tarefa importante como sua missão. A questão é aprimorar a consciência com as coisas espirituais de Deus e dissipar as dúvidas do materialismo, porque todas as bênçãos são, na verdade, materialização das dádivas espirituais.

Quando ocorre queda no nível de negócio, diminuição do trabalho ou redução de clientes, os efeitos são sempre decorrência de causa mental. As palavras servem tanto para abençoar como para repelir e reduzir negócios. É claro que ninguém deseja reduzir o próprio negócio, porém, as palavras verbalizadas não possuem o critério de estabelecer os resultados, e não escolhem seus efeitos, apenas produzem de acordo com o poder, multiplicando sem cessar na direção em que for proferida. Portanto, não utilize o poder da palavra para reduzir seus negócios, fale sempre palavras abençoadoras e vá colhendo bons resultados.

Faça uma lista de duzentas pessoas, incluindo entre elas os seus clientes, e todos os dias procure abençoá-las: “Deus Pai, abençoai e protegei, concedei infinita e imensa felicidade, prosperidade e paz, a fulano de tal, que seja muito feliz”.

Escolhendo especialmente um grupo dos melhores clientes, faça a oração de abençoar cerca de trinta vezes ou mais para cada um.

Na obtenção de permanente e crescente prosperidade, é preciso verificar cuidadosamente do item que trata do Dízimo, contribuição monetária de 10% de todo rendimento obtido. Realizando criteriosamente a contribuição você estará assegurando forças permanentes na geração de crescentes resultados no progresso e prosperidade. Conforme o plantio é assegurado abundante colheita, e não se pode colher sem o devido plantio.

Quando se fala em Dízimo, muitos direcionam pensamentos de que as instituições religiosas, através de seus mensageiros, desejam arrebatar dinheiro dos fieis ou contribuintes, julgando que todos são ignorantes e mal informados. Contudo, embora se fale em dízimo, o mesmo não é uma criação espontânea dos homens interessados no dinheiro, mas um desígnio divino, pois que consta na Palavra de Deus desde a antiguidade. Todos os que procuraram e procuram seguir apresentam prosperidade permanente e crescente.

Em Malaquias 3:10 “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênçãos sem medida”.

Procure ainda praticar semanalmente a prática do Evangelho no Lar, estudando e lendo O Evangelho Segundo o Espiritismo. Isso é bom para que as Verdades de Deus fiquem bem gravadas na alma. Os iluminados conteúdos da alma farão com que tenha mais alegria, motivação e ânimo ao trabalho, e pela fisionomia confiante nas forças de Deus, as suas qualidades estarão se manifestando em todos os momentos e também nas conversações direcionadas ao progresso e sucesso·.


7º Idade: 78 anos              Sexo: Feminino                     Estado Civil: Viúva


Sou viúva há cinco anos, gostaria de saber por que sonho com meu marido e ele sempre está fazendo pouco caso de mim ou brigando comigo.

RESPOSTA:

“Mas todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” Tiago, 1:19.

A convivência comum foi oportuna para angariar preciosa experiência na arte de conduzir ambiente familiar em paz e harmonia. Por certo, enquanto vivo, o marido pode usufruir da companhia extremamente agradável de uma esposa que sabia ouvir, compreender e jamais retrucar querendo satisfazer caprichos dos próprios interesses.

Em geral, a existência de mulher mandona, mal humorada e sempre com a palavra na ponta da língua, contrariando tudo que o marido expressa, parece ser imagem de um lar bastante conturbado e sombrio. Mais parecendo um general de saia  ordenando comando de soldados, é possível que um lar com essa modalidade não tenha um aspecto feliz, e, certamente, qualquer observação  contrária seria o estopim para que as chamas da discórdia se mostrassem vorazes e destrutivas.

Muitos casos, sem controle no poder da palavra, os trabalhos de ordenamento nas tarefas da casa poderiam estar sofrendo o lamentável conformismo, aonde cada elemento apenas vai levando sem alternativa mais positiva na transformação das atitudes e ações voltadas para a caridade e amor ao próximo.

Quando se fala no próximo, normalmente a imaginação se estende a qualquer outro desconhecido e necessitado da rua, mas, na verdade, o próximo é aquele com o qual se convive no dia a dia. Contudo, o marido na companhia da esposa, no longo tempo de convivência, já nem se lembra dos lares cheios de sorrisos, palavras amistosas e de compreensão. Entretanto, no íntimo do ser, sonha com um lar cheio de paz, imaginando que a convivência no tempo poderia transformar cada momento em um verdadeiro paraíso. Contudo, surpreendido com o avançar dos tempos, observou que somente a idade sofreu acréscimos positivos, enquanto a conduta, apesar da idade, apresentou graves deteriorações, ampliando os caprichos de pessoa exigente, intolerante e amarga.

Provável que o marido estivesse treinando nas observações, segurando as palavras para não cair nas críticas e contrariedades, principalmente com o propósito de não agravar ainda mais o ambiente conturbado no qual estava obrigado a viver.

O Senhor Jesus ensinou que a família ideal é a que todos os membros compartilham do mesmo propósito espiritual, congregando estudos e práticas religiosas para desenvolvimento da alma.

Quando os conhecimentos espirituais estiverem sendo deixados de lado, os membros familiares, notadamente, conseguem sobreviver, contudo, distantes do Evangelho do Senhor Jesus, não há como aproveitar a oportunidade da presente encarnação  para o engrandecimento da alma nos caminhos do bem, do amor e da caridade.

Os conteúdos mentais armazenados na alma sendo extremamente baixos ou inexistentes, certamente não há como registrar um convívio pacífico, não havendo a desejável união familiar.

Assim, pela própria evolução do tempo, todos deverão retornar ao Mundo Espiritual. Contudo, devido à separação ou inexistência da união, principalmente pelo não entendimento dos mesmos princípios religiosos, os membros familiares  desencarnados  deverão seguir separados uns dos outros,  manifestando uma vida espiritual solitária em convívio com estranhos.   Não estarão se ajuntando e formando novo núcleo no Mundo Espiritual. Como já se encontravam separados na Terra, também estarão separados no Mundo Espiritual.

Pelo exame das características dos encontros no Mundo Espiritual,  as imagens proporcionadas como sonhos comprovam que os reais sentimentos armazenados na alma se sobressaem à sensatez vivenciada na qualidade de marido quando ainda no lar terreno.

O marido deve ter nascido na Terra com um propósito definido de realizações. A  existência de esposa “freio puxado” deve tê-lo impedido de exercer a função definida desejada, afastando-o cada vez mais dos avanços programados na alma. No meio a tantas contrariedades de uma esposa que mais soube  mandar do que ouvir, não tendo a compreensão necessária, acabou por desistir no esforço de alcançar a meta que esperava, e, possivelmente, não realizou coisa alguma.

Em vista das considerações, persistem as indiferenças, os poucos casos e dos gritos  expressados livremente. Desencarnar não significa desaparecer para sempre. E com o endereço certo sempre é possível  de se realizar o encontro. Embora indesejável, o encontro se realiza entre desconfortos e sentimentos hostis.

Convém refletir seriamente sobre os registros da vivência comum. Retratando profundamente os erros cometidos, realizar sentidas preces de perdão para que os encontros sejam agradáveis e produtivos. Na vida atual, aproveitando  o tempo que a Providência Divina concede, disposta a  melhor ouvir para compreender as pessoas em suas alternativas de realizações.

6º Idade: xxxx anos            Sexo:  xxxxxxx                      Estado Civil:   xxxxxxxx
 
Professor de algumas pessoas o Senhor pede para mantermos distância, como fazer isto quando se trata da própria irmã? Como impedi-la de vir a minha casa?

RESPOSTA:

“Então Jesus lhe disse: Respondeste corretamente: faze isso, e viverás.” – Lucas, 10:28.

Antes da reencarnação, consciente da responsabilidade perante a lei, observou-se cercada pela própria culpa e no imperativo de se libertar, solicitou à Providência Divina oportunidade de renovação. Primeiro, para convivência junto aos elementos vinculados pelas recíprocas faltas, e segundo para não mais se envolver com os Espíritos das Trevas.

Com o conhecimento e decisão de se renovar e obtendo o aval da Misericórdia Divina, assumiu o roteiro do decisivo reajuste, incorrendo contra o tempo para se regenerar, mesmo defrontando infelizes companhias de alguns membros familiares, e sempre com o propósito de vencer dentro dos mais elevados propósitos.

De acordo com a sua crença religiosa, há muito sua consciência elabora reflexões sobre o divino ensinamento do Senhor Jesus sobre a necessidade de fazer ao próximo o que se deseja que o próximo lhe faça. E, prosseguindo na palavra do Evangelho do Senhor Jesus, a máxima que ainda lhe pesa é “amar ao próximo como a si mesmo”.

Num passado perdido na alma, momentos se fizeram de grandes prejuízos, tormentos de malícia, martírios silenciosos na delinquência criminosa, e hoje, com os mesmos irmãos associados em luta para a mais completa regeneração. Pela graça de Deus, no organismo agraciado para a empreitada de convivência não apresentou anomalia, deformidade ou mutilação.  Com as vestes carnais perfeitas, com paciência preparando para o futuro, mantendo na consciência que o dever de estender amor aos semelhantes é incontestável para a manifestação de Deus em sua vida.

E na convivência com os que lhes asseguram aflições, restrições de liberdade, inibindo condutas amplas de amor e bondade, pense que são os elementos confiados à sua tarefa de, primeiro aceitá-los como oportunidade de restauração do amor recomendado pelo amai-vos uns aos outros, e depois, para ajudá-los ao reerguimento moral seguindo e praticando as bênçãos do conhecimento e luz do Evangelho do Senhor Jesus.

Na situação em que se encontra hoje, ignorar o “amai-vos uns aos outros” seria afirmação dos mesmos erros cometidos no passado, e nos longos caminhos já percorridos, a Providência Divina espera que aproveite muito bem a mudança na vida, amando ao teu próximo, isto é, os membros vinculados pelos laços familiares, todos ao alcance de suas mãos. Assim, se aproveita a oportunidade para a sua própria elevação e, também para se livrar das companhias sombrias dos Espíritos das Trevas, as quais não aprovam as suas renovações para o bem.

Evidente, que a escolha da prova foi feita ainda no mundo dos Espíritos, compondo ambientes familiares hostis para desenvolvimento pleno da capacidade de renovação, principalmente em direção ao amor e bondade para com o próximo.

Pelas ações do momento é que criamos resultados futuros. Por vezes, pendências do passado retornam com o propósito de acentuar as faltas cometidas, prejudicando todos os esforços aos caminhos da regeneração, devendo, portanto, ficar longe de tais tentações. Não constando no prontuário de renovação, algumas pessoas só aparecem como atração do mal, ou seja, atraídos como semelhanças de almas, mas plenamente contornáveis, como afirma a prece do Pai Nosso, “não nos deixe cair na tentação e livra-nos do mal.” Por isso, em alguns casos, quando o convívio mais se presta à decadência ou prejuízos recíprocos, a questão mais visível é “qual o proveito em aprofundar ou criar novas pendências?” Sabendo que toda criação ou atitude tem o seu devido resultado, é prudente evitar agravamento da alma para viver na paz de amor e luz. O Senhor Jesus ensinou que a cada um será dado conforme obras.

Os membros familiares foram escolhas suas, enquanto os elementos estranhos do caminho, embora velhos conhecidos do passado possam ser aceitos de acordo com a sua livre escolha. Portanto, cada caso requer análise à luz da Sabedoria de Deus. Em geral, muitas vezes, a recomendação é permanecerem longe dos que desejam favorecimento de facilidades de graça,  os conhecidos como “lixões”, os quais procuram as concessionárias de facilidades ou “latas de lixos.”. Por certo, há pessoas que inclusive com os lixões conseguem manter um relacionamento aceitável convivendo num ambiente que idealizam.

Para a irmã a qual se refere, faça-lhe centenas de vezes oração de abençoar. Procure o quanto antes restabelecer o convívio de amor e luz, e para tanto, transforme profundamente a sua própria alma, deixando que o amor de Deus se manifeste em seu coração, relevando os erros e imperfeições do passado.

Viva o presente momento imaginando-se em contato com a irmã como se fosse pela primeira vez. Esqueça o passado, e se houver alguma pendência estenda o perdão recomendado pelo Senhor Jesus. E para a saudável conversação, procure não manifestar opiniões, sabendo escutar e ouvir mais. E também aceitando docilmente com humildade todas as palavras, até mesmo as citações dolorosas dos erros passados. Faça da oportunidade a escada da evolução em novos níveis, sendo que a harmonia e amor no coração são deveres que devem ser cumpridos com responsabilidade. Somente assim, mantendo a humildade é que se pode conquistar o Reino dos Céus prometido pelo Senhor Jesus.


5º Idade: 24 anos               Sexo: Feminino                     Estado Civil: Solteira


Prof. gostaria de ser chamada no concurso da prefeitura de Itapuí, já passei no mesmo e estou na lista de espera, o que devo fazer para ser chamada?
Minha família tem muitos conflitos, como devo me posicionar para não sentir raiva e rancor deles?
Casarei em Outubro deste ano, o senhor tem alguma orientação para me dar? Muito obrigado.

RESPOSTA:

O que devo fazer para ser chamada?
“Ora a teu Pai que está em secreto.” ( Mateus, 6:6.)

Em prece de gratidão, dirija pensamentos ao Pai que está nos Céus, dando graças pelo fato de aprovação no concurso. Há uma grande diferença em ser aprovada e classificada para assunção imediata da vaga. No caso, preciso aguardar com tranquilidade porque não existem previsões, devendo neste ínterim dedicar-se a outras atividades ou tarefas mais úteis e importantes. Não fique esperando, mas se for chamada será ótimo, e se não for chamada será ótimo também.

Caso queira empenhar-se na aquisição de méritos para ser excepcionalmente convocada para ocupação de uma vaga, lembre-se de que “para Deus tudo é possível”, haverá necessidade de muita dedicação em atividades pró-manifestação dos dons divinos de Deus no coração das pessoas, isto é, muito trabalho nos serviços de caridade e amor ao próximo. Lembre-se de que você estará conquistando uma mãozinha dos Bons Espíritos, para que seu nome seja inserido entre os novos ou próximos convocados. Não sabemos se haverá convocação ou não. Mas, para Deus tudo é possível.

Experimente realizar palavras de gratidão ao Papai, “muito obrigado, Papai” cerca de 10.000 vezes ao dia, todos os dias, concentradamente. Em seguida, faça uma lista com 300 pessoas e, para cada um, realize todos os dias, oração para abençoar. “Deus Pai, abençoai e protegei, concedei infinita e imensa felicidade a, nome da pessoa, que seja muito feliz.”
Se possível, as pessoas da prefeitura, caso saiba o nome de quem convoca, ou o departamento ou autarquia de sua vaga,  coloque-os na sua lista de abençoar e, faça a cada um no mínimo 300 vezes a oração de abençoar acima, todos os dias.

Fazer a prece do Pai Nosso, todos os dias, 30 vezes.
Comparecer sem falta a todas as Reuniões de Estudos nas Casas de Deus de sua escolha, e contribuir com o Dízimo regularmente. Empenhar-se em colaborar, auxiliando e ajudando nos serviços gerais de qualquer natureza.
Fazer a prática do Evangelho no Lar três vezes por semana.
Ler e reler inúmeras vezes o Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Kardec.

Minha família tem muitos conflitos, como devo me posicionar para não sentir raiva e rancor deles?
“Assim, os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão últimos ( porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos) – Mateus, 20:16.

Com boa vontade e disposição ao trabalho, seja fiel nas tarefas a que fora convocada, pois que se apresentou para colaborar com o Pai no plano de restaurar o equilíbrio na família, na qual, ainda pediu para pertencer.

Enquanto é tempo, meditando sobre o melhor desempenho, vai verificar os feitos até agora foram insuficientes para o cumprimento de sua responsabilidade. A seu pedido, como voluntária nos trabalhos de Deus, você deveria ter empregado os  melhores esforços na aplicação dos seus conhecimentos ao bem e contribuindo para o ordenamento e harmonia na família e seus membros. É provável que tenha esquecido de tudo o que aprendera no mundo Espiritual antes de se reencarnar, contudo,  os conhecimentos se encontram dentro de sua alma. Caso não tenha nenhuma lembrança do aprendizado no mundo Espiritual, necessário recomeçar estudando e participando das aulas nas Reuniões de Estudos nas Casas de Deus. O Senhor Jesus recomenda que é preciso recomeçar de novo nos estudos exatamente no lugar onde se encontra, e com disposição de sempre, voltar a se empenhar nos trabalhos de restauração da paz e harmonia em sua família, cumprindo, assim, as suas atribuições prioritárias na vida.

Durante muitos séculos o Senhor Jesus esteve convocando sua presença para os trabalhos de harmonização no núcleo familiar a que hoje pertence. Finalmente, como voluntária, você se apresentou e resta-lhe realizar o bom trabalho, devendo empenhar todo seu coração à paz e harmonia na atual família.

Parece-lhe que os membros familiares nada têm contigo, contudo, na existência que lhe resta, o encargo maior de sua vida na prioritária obra,  é realizar a harmonia e paz no núcleo familiar.

De alguma forma, deve existir um estreito vínculo ligando-a à família na qual pertence no momento, talvez uma pendência antiga não resolvida e que necessita sua presença em conjunto  para a devida resolução. Parece-me condição indispensável para melhoria do seu destino, inclusive no futuro lar próprio que pretende construir.

Faça 300 vezes  a cada membro da família a oração para abençoar, todos os dias.
Faça ainda a seguinte oração para perdoar:
“Deus que Se aloja no interior de, membro A, já perdoou e perdoa, todos os erros, pecados, fracassos, defeitos e imperfeições do passado e do presente de, seu próprio nome, e a ama com o infinito amor de Deus.” ( 60 vezes por dia)
“Deus que Se aloja no interior de, seu próprio nome, já perdoou e perdoa, todos os erros, pecados, fracassos, defeitos e imperfeições, do passado e do presente, de A e o ama com o infinito amor de Deus.” ( 60 vezes ao dia ). Assim, sucessivamente e reciprocamente entre todos os demais elementos.

A prática do Evangelho no Lar, acima recomendado, é indispensável para a composição de harmonia no lar, porquanto, diversos Espíritos das Sombras estagiam dentro dos recintos de sua casa. Atraídos pelas forças das vibrações cheias de aflições, atritos e desentendimentos, os Espíritos das Trevas sentem-se felizes pelo ambiente que lhes afeiçoam com as vibrações extremamente baixas e trevosas, formadas constantemente. Por isso, se possível convoque todos os membros de sua família na participação do Evangelho no Lar. Caso não queiram, comece e realize você mesma.

Casarei em Outubro deste ano, o senhor tem alguma orientação para me dar?
“Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência” – II Coríntios, 1:12.

Talvez possa não ser compreendida pelo seu amado quando você estiver disposta a cumprir o chamado de Deus na missão mais importante de sua vida, de auxiliar até o fim os seus familiares no propósito de harmonização.

Quando caluniada diante da mais pura de suas intenções, lembre-se de que atuando na concessão de facilidades de graça, todos os limites do bom senso moral foram deixados de lado, cabendo-lhe renúncia incondicional da disputa pessoal na afirmação de suas qualidades.

Nos caminhos da vida, parece indispensável deixar bem claro a disposição de atender ao chamado do Senhor nos roteiros das provas a serviço de sua melhoria pessoal e espiritual. Num determinado momento, dúvidas serão colocadas sobre a importância do aprendizado nas questões espirituais, recebendo algumas pedradas injustas, porém no firme propósito de seguir os ditames da consciência, afirme sua paz junto com o Senhor Jesus.

Determine-se, desde já, ao treinamento de armazenar na alma as verdades de Deus com os conteúdos do Evangelho do Senhor Jesus. E no testemunho de sua vida, manifeste plenamente as qualidades de Deus e prepare-se para ouvir mais, escutar mais, saber silenciar nos momentos apropriados e convenientes, sem nunca, nunca cortar um assunto que estiver sendo explanado, interrompendo e atravessando com suas ideias e pensamentos, atrapalhando, assim o seu amado.

A contínua prática dessa modalidade de comportamento, certamente estará construindo uma vida cheia de prosperidade, alegria e paz.  Quando a mulher estiver atuando com essa disposição, pode-se configurar a imagem de um lar destinado à verdadeira evolução espiritual, e no tocante ao  progresso e prosperidade do casal,  em todos os sentidos sobressaem-se perspectivas de saúde, alegria e abundância financeira e econômica.


4º Idade: 42 anos                 Sexo:  Masculino                 Estado Civil:  Casado



Sr. Roberto, uma criança de um ano com o nome de Gabriela não quer se alimentar, ela é saudável, porém não quer comer, isso traz muita preocupação para a mãe e principalmente para a avó Iracema. Como posso ajudá-la?

RESPOSTA:

“Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé, provai-vos a vós mesmos.” – Paulo. ( II Coríntios, 13:5.)

Um hábito bastante comum guardado na alma e demonstrado constantemente é o fato de ter grandes possibilidades de conhecimentos, de sabedoria e até mesmo de riquezas, mas que são utilizadas somente para proveito próprio. Em nenhum momento se pensou no progresso e nem em benefício aos semelhantes.

Em termos religiosos o costume indica rejeição sustentada pelo sectarismo, bastando menção de outra corrente religiosa para manifestação das tendências separatistas, quando não estiver proferindo lamentáveis e cruéis palavras ou sentimentos discriminatórios, ou indignação seguida de indiferença.

O coração propaga vibrações ostensivas de retaliação, pronto a obter satisfação pela mais pequenina ofensa, distante de se reconhecer que também errou muito e pelo livre arbítrio soube ofender, imaginando que estaria livre das mãos da Justiça Divina.

Centralizado no pequeno “eu” egoísta, solicita em orações bênçãos e atendimentos dos pedidos, contudo não consegue se lembrar dos muitos débitos guardados na alma à espera de solução em proveito de todos ao redor. Quanta bênção e auxilio se encontram ainda guardados dentro do coração, porém destinados a tantos a quem devem amparar, sem queixa e sem exigências.

Mantendo-se distante do legítimo entendimento, prossegue rogando benefícios, contudo as dúvidas constituem impedimento levando a quedas sucessivas, principalmente pela recusa de distribuição das graças recebidas.

O teste proveitoso se apresenta logo no período de apenas um ano de idade, e pela Misericórdia, espera que todos despertem rapidamente as consciências das qualidades de Deus estagnadas dos pais e membros familiares. A alma da criança parece ostentar poder mediúnico bastante desenvolvido, porquanto retém difícil encargo de melhor disciplinar o andamento regular da vida dos pais, extinguindo-lhes o histórico impulso de distanciamento das coisas de Deus. Portanto, examinando a própria alma, cabe à mãe verificar as tendências registradas nos atos e atitudes, porquanto a recusa de conceder as qualidades de Deus a outros espelha igualmente recusa do bebê em se alimentar. O problema do bebê representa a totalidade das atitudes, pensamentos e comportamentos da mãe.

Seria muita ingenuidade imaginar que mantendo todas as bênçãos somente para proveito próprio a vida lhe continuaria concedendo novas etapas de mais bênçãos. Uma simples criança já está refletindo a lição do entendimento necessário. É preciso saber que tudo está apenas começando. Quantas exigências estariam no caminho, cabendo, portanto, iniciar agora mesmo a transformação. Dando é que se recebe, e quando a mãe, principalmente a mãe, se recusar a dar, os reflexos caem no bebê médium e espiritualmente desenvolvido. Na realidade, o bebê não tem nenhum problema, apenas demonstra a recusa da mãe, e, portanto, recusa-se a receber. Conforme o ensinamento do Evangelho deve examinar a si próprio para experimentar em si os reflexos da vontade Divina.

3º Idade: 36 anos                  Sexo: Masculino                  Estado Civil:  Casado

Professor, quando existem conflitos de ideias dentro do lar, entre esposa e filhos, e entre mim e eles, o que podemos fazer para trazer harmonia, desenvolver a paz e o equilíbrio da família?

RESPOSTA

“Porque qualquer que fizer a vontade de Deus esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe.” – Jesus – Marcos, 3:35.

Conforme nos ensinou o Senhor Jesus, convivemos com duas famílias simultaneamente, sendo uma vinculada a laços espirituais e outra a laços corporais. Em decorrência do desenvolvimento natural do convívio, os membros ligados pelos laços espirituais, notadamente, quando estiverem no Mundo dos Espíritos, estarão de novo formando a família, enquanto os vinculados a laços corporais, o convívio ocorre enquanto junto na Terra, e nunca mais terão oportunidades de formação de família após a desencarnação.

Os que convivem juntos pelos laços corporais podem se distanciar até mesmo ainda na Terra, porque são frágeis e seus membros não procuram o entendimento, a união e a concórdia são fatos estranhos e desconhecidos. Raramente se colocam em conversação harmoniosa e, quando juntos sempre deslizam para o conflito e desentendimento.

Os elementos que se encontram dentro da família foram selecionados e escolhidos para a mais completa melhoria moral, enquanto todos foram notificados das necessidades de renúncia, humildade e compreensão. Tudo isso consta nos prontuários espirituais de cada um. Contudo, devido a nível espiritual, provavelmente muito aquém do desejável, não conseguem suportar-se, julgando ainda que os conhecimentos e ideias que possuem são superiores e mais importantes que de outros. Em conflito, esqueceram-se dos compromissos de concórdia e harmonia assumidos, e, assim, enaltecendo o orgulho, a vaidade e a importância, dão asas às questões mais inexpressivas e fazem tudo para afirmação dos baixos níveis que defendem e demonstram.

É possível que fora do lar os mesmos elementos concorram para o entendimento, percorrendo ambientes em paz e deixando traços de pessoas conscientes e humildes, demonstrando sossego e paz, fazendo-se passar como merecedores de muitos méritos e virtudes. Uma das afirmações ensinadas pelos Bons Espíritos recomenda “ser no lar como é no templo religioso ou, nos ambientes junto a amigos e conhecidos”. Poderiam agraciar aos elementos do lar o mesmo tratamento dispensado a amigos e conhecidos, concedendo, em primeiro lugar respeito e em seguida consideração, entendimento e compreensão nos diferentes pontos de vista.

Mas, dentro do lar, as palavras ásperas e ofensas suportadas nos ambientes estranhos dificilmente poderiam ser deixadas de lado defronte a qualquer membro da família, resultando em reações aviltantes em vista da visível falta de equilíbrio e respeito, sobretudo baixezas espirituais.

A Providência Divina concedeu como oportunidade de elevação, treino da paciência e esforços na evolução, colocando todas as características necessárias  dentro do lar. Contudo, exatamente, perante aos devedores recíprocos é que, sem consciência da responsabilidade, extravasam opiniões sem nenhum proveito, enquanto palavras cheias de contrariedades, asperezas e ações ingratas se manifestam livremente, revelando quedas que se avolumam dentro das respectivas almas.

Diante de cada membro da família consta um livro aberto demonstrando todos os itens que precisam superar, melhorando consideravelmente o caráter e a personalidade, desenvolvendo enorme esforço para não cair no fracasso. A principal virtude que precisa ser aperfeiçoada é a da compreensão, seguida da bondade, da lealdade, da brandura, da firmeza nas boas palavras. Outro importante ponto é dar mais atenção, procurando ouvir mais e, com humildade e abnegação, colocar-se como bom ouvinte para todos os membros.

Cabe observar que a Misericórdia Divina não preparou apenas um dia para convívio com os membros familiares, mas, concedeu um tempo considerável para a oportunidade de refazer os erros, aperfeiçoar a alma, reconsiderar posições e empenho nos serviços de auxílio e concórdia  os méritos necessários à elevação da alma. São os irmãos que  impulsionam à melhoria moral, ajudam a superar antigas pendências, sabendo que com a harmonia e convivência pacíficas entre todos, estão, na verdade, construindo a eterna Família Maior na verdadeira pátria de todas almas.

Aqueles que estiverem apenas convivendo laços corporais, sem, contudo estimar verdadeiro apreço, amor e alegria pela convivência, certamente estarão  construindo conscientemente uma vida bastante solitária, pois que não terão nenhuma família no Mundo Espiritual.

Quais providências poderiam ser acionadas enquanto é tempo?
Fazer uma lista com todos os conhecidos, amigos, parentes, vizinhos, de todos os tempos, e para cada um realizar oração de abençoar, todos os dias. É preciso melhorar rapidamente e com urgência despertar as qualidades de Deus nos respectivos corações.
Se possível, todos juntos, realização da prática do Evangelho no Lar, pelo menos três vezes por semana. As elevadas vibrações dos sentimentos de amor colaboram e contribuem para eliminação de todas as tenebrosas nuvens de discórdia que pairam no ambiente, e, além disso,   as forças espirituais possibilitam iluminação de  toda a vizinhança num raio de até duzentos metros circulares. Iluminam ainda os Espíritos Imundos que se acostumaram com o ambiente degradante dos conflitos e discórdias constantes, e na pior das hipóteses, os afastam para bem longe e sem possibilidades de retorno, pois que o Evangelho no Lar sendo contínuo sustentam as boas vibrações cheias de  amor e luz.
Adoção voluntária da dieta vegetariana, abstendo-se de ingerir carnes, aves e frangos, peixes e outros. O Consumo de produtos animais estimula a agressividade devido à ingestão dos fluídos inferiores das almas dos animais impregnados nas carnes, os sentimentos  de ódio pelos algozes que realizam a matança, enquanto o sangue contaminado de venenos acaba fazendo parte do próprio organismo humano.
Decidir pela participação semanal ou quinzenal em reuniões de cunho religioso, notadamente para estudos de aprimoramento espiritual, baseados no Evangelho do Senhor Jesus.
Cada elemento poderia ainda dedicar-se à leitura constante do Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec.
Realização diária da Prece do Pai Nosso, cerca de trinta vezes ao dia.


2º Idade: 45 anos                    Sexo:  Feminino                 Estado Civil:  Separada

Minha irmã está com dor no ombro direito, como posso ajudá-la?

RESPOSTA:

“Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda massa?” (I Coríntios, 5:6.).

Não faltaram oportunidades de fazer gentileza, atendendo com toda atenção às requisições dos muitos em seu caminho. Justamente quando mais precisava dispensar essa cordialidade, transformou o local em dureza da alma, esquecendo-se de fazer todo o bem possível.

Com os procedimentos direcionados ao bem e felicidade do próximo, aumentam-se as captações de elevadas e luminosas vibrações emanadas das pessoas ao redor, e pela construção de muralha protetora em volta de si, as infelizes emanações e maldosos pensamentos de outros não conseguem alcançá-la. Em todos os locais, os pensamentos determinam as situações e influenciam o andamento e funcionamento de todas as coisas, inclusive afetando o organismo humano. As vibrações inferiores contaminam os locais habitados por pessoas perturbadas e desarmonizadas pelo distanciamento do Evangelho do Senhor Jesus.

Um pouco de bondade e amor seriam condições indispensáveis à manutenção da harmonia, não gerando nenhuma vibração negativa que poderiam gerar dores e enfermidades.

Fazendo com que elevadas emanações sejam transmitidas de seu coração, torne-se a fonte acionadora de motivações de boa vontade, sendo a luz do amor em todas as ocasiões.

Na escola de relacionamento em que se encontra, seja capaz de influenciar todo o meio, criando amizades e realizando todo o possível para ambientes repletos de compreensão e paz.

Nos momentos em que os sentimentos de menosprezo, desrespeito pelas atitudes alheias, não considerando outros como também capazes e igualmente desejosos de atenção, são considerados propícios ao aparecimento das referidas dores e incômodos no ombro. Mais parecendo uma anomalia, mesmo controlando com medicamentos, os efeitos demoram-se e muitas vezes retornam na continuidade das dores. Provável que tenha iniciado a partir de uma conversa nos seguintes termos: “por que você está fazendo assim?” na presença de uma senhora, cabelos grisalhos e curtos, sorridente, mas com momentos de muita seriedade, roupas cinzentas. Nas proximidades de um jardim, florido e com flores.

Tente recompor a imagem do acontecimento. Faça muitas orações de abençoar e perdoando-a do fundo do coração.


 1º Idade: 57 anos                   Sexo: Feminino                   Estado Civil:  Casada

Prof. Roberto, gostaria de saber como posso ajudar meu cunhado que bebe muito. Ele é uma boa pessoa, trabalhador e  honesto.
Sua família não o ajuda como deveria e isso me entristece. Agradeço a sua ajuda. Obrigado.

RESPOSTA:

“ que buscais?” – Jesus – (João, 1:38.)

Embora sendo boa pessoa, honesto e trabalhador, o fato de afeiçoar-se à bebida alcoólica possibilita indesejável companhia de muitos espíritos inferiores. Além disso, todos os locais destinados ao comércio de alcoólicos  estão contaminados com a presença desagradável dos espíritos das trevas.

Na verdade, não existem motivos que justifiquem o consumo do álcool, sendo, portanto, o único e principal responsável pela atração a todos os espíritos das trevas com os quais compartilha a bebida. Naturalmente, o comerciante que fornece a bebida, como todos os integrantes da equipe de fornecedores da bebida são agentes a serviço das trevas, da mesma forma como os consumidores.

Sem dúvida, pelo consumo regular da bebida degradante o organismo humano é bastante prejudicado, seja pelo intensivo esforço de filtragem dos venenosos alcoólicos, seja para manutenção em ritmo normal todo o processo circulatório. Além disso, a antecipação do retorno ao mundo espiritual será prejudicial também à alma já enferma de todos os sintomas maléficos acarretados pela bebida. Certamente, na próxima encarnação, terá difícil convivência com estranhas doenças e anomalias limitativas nos órgãos responsáveis pela circulação e purificação do corpo.

Recomendo realizar três vezes por semana a prática do Evangelho no Lar.
Comparecer regularmente nas Casas de Deus para aprofundar conhecimentos do Evangelho do Senhor Jesus.
Ler e reler o Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec.
Tornar o lar um verdadeiro paraíso, cheio de sorriso e boas palavras. Ambientes carregados de pensamentos malévolos e recriminações reforçam os ímpetos e desejos pelas bebidas degradantes.
Adotar o regime vegetariano, abstendo-se de ingerir carnes em geral, aves e frangos, peixes e outros.

Oferenda da prece ao cunhado e aos espíritos que o acompanham na bebida:

Neste  momento,  coloco  um copinho de bebida alcoólica preferida pelo cunhado, e ofereço à alma do cunhado e às almas dos Espíritos que o acompanham na bebida. Ofereço  com amor a  bebida e que todos se sirvam à vontade. Contudo, afirmo-lhes que vocês,   Espíritos que já não possuem o corpo de carne, não necessitam da bebida alcoólica, libertem-se com a fé no amparo do Senhor Jesus. Libertem-se do vício da bebida alcoólica, aceitem o amparo dos Espíritos Benfeitores e sigam o caminho da evolução trabalhando e dedicando-se ao bem. Rogo que também ajudem fulano ( cunhado )  afastando-o da bebida alcoólica, incentivando-o à renovação dos sentimentos e aperfeiçoando a vontade para o caminho do bem.  Certamente, todo o bem realizado a favor do próximo estará sendo anotado e levado em conta pela Misericórdia Divina. Rogo ao Senhor Jesus e aos Espíritos Benfeitores que amparem o cunhado e os Espíritos afeiçoados à bebida junto ao cunhado. Vou realizar trinta vezes o Pai Nosso.

( em seguida, jogue o copinho contendo a bebida no lavatório ou na pia ). No dia seguinte, realize a mesma prática, colocando de novo a oferenda nos mesmos termos. E assim, sucessivamente, até que o cunhado se liberte da bebida.

Última atualização (Sex, 01 de Fevereiro de 2013 15:34)